Você já ouviu falar em ILIB?

O ILIB (Intravascular Laser Irradiation of Blood) é um método de terapia desenvolvido na Rússia, em 1970, que consiste na irradiação intravascular do sangue, por meio de uma fibra óptica. A técnica foi modificada e, atualmente, a aplicação é feita transdermicamente, por meio da colocação do feixe luminoso na artéria radial. O objetivo dessa técnica é irradiar a corrente sanguínea e, com isso, estimular a ação do organismo como um todo, sendo chamada também de laserterapia sistêmica.

O que é a laserterapia sistêmica?

Já falamos muito neste blog sobre o laser de baixa potência e a sua atuação no corpo humano. A sua ação biomoduladora permite que as células sejam estimuladas a realizar as suas próprias funções, de maneira mais eficaz.

No caso da laserterapia sistêmica, essa premissa também é válida. No entanto, o laser de baixa potência é irradiado por meio da artéria radial, durante alguns minutos. A irradiação deve ser realizada por um período suficiente para que o sangue irradiado seja distribuído por todo o corpo. No geral, o processo dura cerca de 30 minutos.

Quais são as suas principais vantagens e aplicações?

Diversos são os efeitos terapêuticos relatados na literatura. O principal deles é a ação antioxidantes, proporcionada pela neutralização de diversos radicais livres e pelo estímulo de enzimas importantes para essa função. A melhora da circulação sanguínea, da atividade de drenagem linfática, do sistema cardiorrespiratório, da insônia, fadiga, entre outras, são bastante relatadas em estudos recentes.

Outros efeitos comuns do tratamento são a sensação de bem-estar, o aumento da imunidade, da libido e do combate ao envelhecimento. A ILIB atua, também, no tratamento de doenças respiratórias, como asma e bronquite, circulatórias e cardiovasculares, inflamatórias, como a fibromialgias. 

Na fonoaudiologia, a ILIB é um bom recurso para otimizar a recuperação em pós-cirúrgicos, proporcionando redução mais rápida dos edemas e melhora do estado geral. No entanto, é importante entender bem a fisiologia relacionada a essa técnica, suas indicações, contraindicações e utilizá-la dentro das áreas de competência de cada profissional.

 

Guia Introdutório:

A Laserterapia aplicada à Fonoaudiologia

Baixe grátis

Recommended Posts